diary pages #18




Hi teddy bears,
Eu só quero um relacionamento "normal". Em que ambos lutemos pelo mesmo e que caminhemos na mesma direção. Em que ambos demonstremos o que sentimos e, acima de tudo, que demonstremos QUE SENTIMOS. Será que é assim tão complicado de perceber? Ou sou eu que estou a exigir demais? Estou cansada de sair sempre magoada de tudo isto. Farta de me sentir posta de lado, em segundo plano. Farta de me sentir como "um bem adquirido" que não é preciso tentar "manter". Eu sou uma pessoa. Tenho sentimentos. Gosto de sentir que sou amada e que sou importante na vida de alguém. O meu maior problema? Apegar-me demasiado, amar demasiado. Era tão mais fácil se não me sentisse tão presa a ele. Já não levaria as coisas a peito, já iria ignorar e talvez nem sequer me aperceberia das suas ausências. Mas não é isso que acontece, é precisamente o contrário. Mas eu não consigo libertar-me disto, por muito que esteja a sair magoada. Porquê? Porque sei que sentirei falta, que me arrependerei e, muito provavelmente, ele nem sequer lutaria por nós, por mim. E é pensar nisto que me faz sentir ainda pior. Pensar que ele não lutava por nós, da mesma maneira que eu lutei, que eu luto.
With affection,
mary anne 

2 sweets:

{ sophia } | quarta-feira, 25 abril, 2012 disse...

obrigada, também sigo :)

{ joana ; } | sábado, 28 julho, 2012 disse...

é muito fácil de compreender, pelo menos para mim que já passei pelo mesmo. Felizmente consegui mostrar à pessoa em questão o que sentia e ele aprendeu que tinha de lutar por mim e por nós também. Digo`te que não foi fácil e que foram muitas as vezes em que disse e senti coisas parecidas ou que aqui escreveste. É preciso força, mas vais ver que vais conseguir :)
gostei do blogue, sigo*

 

Copyright © 2010 day in day out All Rights Reserved

Design by Dzignine